voltar para notícias

OUTUBRO ROSA

Sábado, 03 de outubro de 2015

O Laboratório Regis Noal em parceria com a Liga Feminina de Valorização à Vida de Carlos Barbosa lança a campanha OUTUBRO ROSA. 

Compareça ao Laboratório Regis Noal e realize sua doação!

Você pode ajudar a salvar vidas!

 

 

- Qual a porcentagem de cânceres de mama que acontecem por conta da mutação genética?

A população geral tem cerca de 10 a 12% de riscos de desenvolver a doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, a presença da mutação entre os casos de câncer de mama gira em torno de 5 a 10%, sendo que 5% de todos os cânceres de mama são de mulheres com a mutação genética BRCA. Por isso, a maneira mais segura de tratar e prevenir é visitar o seu mastologista, quando indicado, e seguir suas orientações.

- Uma pessoa que tem risco comprovado para câncer de mama pode fazer uma mastectomia preventiva?

Uma mulher com alto risco para câncer de mama pode, sim, optar por fazer a mastectomia preventiva. A mastectomia preventiva mamária consiste na retirada da região interna da mama - ou seja, da glândula mamária juntamente com os ductos mamários - que são os locais onde pode acontecer a formação de um tumor. Com a retirada do interior da mama, os riscos de câncer reduzem em até 90%. As chances do câncer ainda existem porque 10% do tecido mamário é preservado para a nutrir a pele, auréola e mamilo. Na cirurgia sempre serão removidas as duas mamas, daí a denominação de dupla mastectomia preventiva.

Existem também tratamentos que usam os chamados anti-hormônios ou moduladores hormonais, que inibem a produção de estrógeno e impedem as células da mama de se multiplicarem. Esse tratamento, no entanto, é recomendado apenas para cânceres de mama hormonais - ou seja, que acontecem ou podem acontecer em decorrência de alterações hormonais - não sendo indicado para pessoas que tem o risco genético, por exemplo.

Para pacientes com risco genético, uma alternativa é redobrar a atenção e acompanhamento da mamas, partindo para exames de rastreamento, como ultrassom de mamas e mamografias, em intervalos de tempos mais curtos, a cada seis meses, por exemplo, dependendo do que o seu médico considerar mais seguro. O objetivo nesse caso é identificar o câncer numa fase muito precoce e iniciar o tratamento adequado a partir desse diagnóstico.

Atendimento

Segunda a sexta:

07:00 às 11:45 e 13:00 às 18:00

Sábado:

07:00 às 11:00

Endereço

Avenida Presidente Kennedy, 211
Sala 104 - Edifício Vitória
Bairro Aurora - Carlos Barbosa-RS
Fone 54 3461-1120

Nós utilizamos cookies neste site para melhorar a sua experiência de navegação e nosso desempenho, analisar como você interage em nosso site ou ainda para personalizar conteúdos. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade.

PROSSEGUIR